Implantação do CEIPARQUE em Ceilândia esbarra na miopia do governo Rollemberg

bannerteste

Na última segunda-feira (18) o Governador Rodrigo Rollemberg assinou decreto criando mais um parque urbano no Plano Piloto. O Setor de Embaixadas Norte será sede da Praça e do Parque Urbano Internacional da Paz. Enquanto isso a maior cidade do DF, com uma população de mais de 500mil habitantes, Ceilândia, não dispõe de parque urbano que ofereça lazer a sua população.

Setor de Embaixadas Norte terá Praça e Parque Urbano Internacional da Paz

O parcelamento da segunda etapa do Setor de Embaixadas Norte, com área total de 593.395,96 m² será o espaço de mais um parque urbano em Brasília, Distrito Federal.  A outra parte do parcelamento da área será doada oficialmente à União pela Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap). Os lotes serão destinados a embaixadas e outros órgãos — e três com uso comercial de bens e serviços/prestação de serviços/institucional.

999999999999999999set

Já o novo parque urbano de acordo com o projeto, será rodeado por uma ciclovia. Na área interna, haverá uma bacia de contenção para águas pluviais e um espaço dedicado a esculturas.

E o parque urbano de Ceilândia?

Diferentemente de Taguatinga e Samambaia, que dispõem do Taguaparque e o Parque Três Meninas, respectivamente. Ceilândia no Distrito Federal tem no seu traçado urbano raros espaços coletivos arborizados que se destinam a promoção do lazer, a qualidade de vida e a ecologia. A população da cidade convive historicamente com a falta de um parque urbano com uma arborização planejada e, além disso, sua gente não tem acesso e nem espaços arborizados que possibilitem o convívio social coletivo para a prática do esporte, do lazer, do entretenimento, da recreação com a predominância de elementos naturais, principalmente com cobertura vegetal visando à promoção da educação ecológica da população.

A cidade

A cidade que é o berço da diversidade e das diferenças existentes nos “brasis” que conhecemos. Convive com uma delicada e desenfreada ocupação urbana que impermeabiliza o solo e provoca falta de água. Há os que afirmam que o Distrito Federal, sede da capital do Brasil, sem Ceilândia, seria um quadradinho incompleto.

555555555555555555555bairro

Essa afirmação não é um exagero, Ceilândia fica a 26km do Plano Piloto, é uma cidade multifacetada, multicultural e pujante. No seu traçado urbano, diferentemente dos traços do arquiteto, o Plano Piloto, há esquinas, praças, botecos, feiras, becos, lugares inusitados, improvisados, e há ainda uma diversidade cultural e artística premiada.

A falta de lazer

Os que nasceram na maior cidade do DF em população e a mais extensa em área urbana: 230km2, ou os que vieram para fundar e construir suas histórias na cidade sempre conviveram com a falta de áreas com jardins, praças arborizadas, parques e áreas verdes com dimensões significativas que contassem com a predominância de elementos naturais, principalmente cobertura vegetal que possibilitassem o lazer, a recreação coletiva, vivencial, urbana e ecológica para a população.

A miopia

A miopia dos últimos governos e do atual vem fortalecendo na cidade um sentimento que a falta de espaços para lazer para a população de Ceilândia é uma realidade que precisa ser enfrentada. Enquanto isso o movimento CEIPARQUE vem se fortalecendo e agregando ações pela implantação de espaços coletivos que se destinem a promoção da qualidade de vida, a saúde e o combate a violência por meio da disponibilização de espaços urbanos que promovam o convívio social coletivo da população tendo como elementos a prática do esporte, do lazer, do entretenimento e da recreação com predominância de elementos naturais e principalmente com cobertura vegetal visando o despertar do ceilandense para a promoção e o fortalecimento da educação ecológica.

Onde será o CEIPARQUE?

O CEIPARQUE tem área disponível e seria implantado as margens da via de ligação Ceilândia-Samambaia e o Pro-DF Sul, em Ceilândia Sul. A área é de propriedade da Terracap, ou seja, do Governo do Distrito Federal. Para concretização do desejo da população bastaria vontade política para que se efetivasse uma ação governamental que iniciasse projetos de implantação de parques urbanos na maior cidade do DF.

ceiparck05

Serviço:

Quer se juntar ao movimento CEIPARQUE acesse: https://www.facebook.com/ceiparque/ ou use a Hasteg: #ceiparque em suas manifestações nas redes sociais.

Fotos: Internet, Bruno Morais, Agência Brasília e Google

 

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *