Um “magaiver” e empreendedor da melhor idade em Ceilândia

11111111111111111111111111bannerJK1

Ao passar próximo a Estação do Metrô em Ceilândia Sul, ao lado da parada de onibus na EQNN 24/26, não há como notar um casal formado por um senhor magrinho e uma senhorinha, ambos saudáveis e muito lutadores. Eles juntos tem muitas histórias de lutas e garra para contarem da vida diária quem enfrentam. Quem passa por lá, pode notar só a alegria. Mas por traz de tudo há um personagem  mergulado na busca por inovar e criar.

88888888888888gua

Asssim, podemos descrever a vida de empreendedor do aposentado João Henrique, 79a, morador do bairro Guariroba, em Celândia, Distrito Federal, vendores de Açai, Sorvetes e Paletas Mexicanas. Seu João, como é chamado no bairro, nasceu em Abaeté, Minas Gerais, pai de 5 filhos, 9 netos, chegou em Brasilia em 1977, vindo morar em uma casinha da “shis” no bairro que mora até hoje a mais de 40 anos.

8888888888888888gua

Seu João, é mecânico aposentado da TCB e para não ficar parado, a 17 anos ele montou em conjunto com a sua esposa Maria de Lourdes, 77a, uma sorveteria na EQNN 24/26, no bairro guariroba em Ceilândia Sul. O casal, vive junto a mais de 40 anos, além de vederem o sorvete que fabricam, agora fabricam e vendem, também, Paletas Mexicanas.

8888888888888888888gua

A criatividade do seu João Henrique, não para por ai, ele parece, pela sua inventividade e criatividade, aquele personagem de serie de TV americana chamado “magaiver”. Nos tempos vagos ele é um inventor e um criador de facilidades que trazem para o seu negócio economia seja de energia ou outros meios que venham baratear seus custos.

888888888888gua

Um exemplo disso são as formas de paletas mexicanas, como teria que comprar ele mesmo pois a mão na massa e fabricou a forma para dar forma as deliciosas paletas. E assim seu João, vai inventando e fabricando artefatos que utiliza na sorveteria como a torre de chocolate e até uma engenhoca para servir caldo de cana. Ele não para!

88888888888888888888gua

Por último, precisando reduzir os custos com aquecimento de água para manipulação de alimentos e ferramentas dos clientes o “magaiver” ceilandense inventou um aquecedor solar de água se valendo de chapas de zinco colocadas no teto da sorveteria. Seu João, afirma, sou feliz assim, não consigo ficar parado, me sindo um inventor.

888888888888888gua

Eu e minha “velha”, diante de tudo isso, ainda arranjamos tempo para fazermos academia e hidroginastica no SESC de Ceilândia.

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *