A simbologia do 40, e dos 40, na educação pública em Ceilândia

JK_shopping_Happy_Hour_agosto_banner_superior_noticia-1 (3)
Dizem que a vida começa aos quarenta. Talvez porque até fazer quarenta a gente esteja se apropriando das ferramentas para bem-viver. (Me permito aqui, dirigir-me à mulher educadora. Muitas salas deste Brasil são lideradas por mulheres, que há muito, superaram o magistério como “curso espera-marido”).Muito já se escreveu sobre a Mulher de 40 anos: segura, ardente, sabedora do que quer e o do que não quer para si.
111111111111111111111111
 Será que com as professoras acontece o mesmo? Definitivamente já são experientes e muitas delas deram seus melhores anos em troca desta experiências: noites sem dormir elaborando e corrigindo atividades, horas de estudo aprofundado sobre documentos, conteúdos e diretrizes. Percorreram cada milímetro do currículo para saber qual a melhor maneira de impactar o estudante, convidando-o gentilmente a aprender… E por aí vai, tantas coisas que podemos dizer destas mulheres educadoras, inspiradoras…
3333333333333333333333
O que dizer então, de uma escola de 40 anos? Se fosse um casamento – em muitos casos é – com a comunidade, comemorariam Bodas de Esmeralda. Sabia que os antigos faraós eram mumificados com uma grande esmeralda no lugar do coração? A esmeralda tem o poder de proteger, energizar e atrair abundância. Tudo de bom para uma escola com a história da nossa! A Escola Classe 10 de Ceilândia é uma família com 40 anos de história!
222222222222222222222222
A simbologia do número 40 é poderosa: Foram 40 dias de jejum no deserto, 40 anos até À Terra Prometida, 40 dias e 40 noites de chuva no dilúvio, a quarentena para doenças que precisam de purificação, de preparação para algo melhor. É certo que não foi fácil chegar aos quarenta anos de escola. Houveram greves de luta e reposição aos sábados, dias de quebradeira e dias de construção, dias de choro e dias de alegria, dias de luta e dias de mobilização, dias de compactação de horário e dias de festa. Tudo para chegar à Educação de qualidade, de orgulho em frequentar a escola e receber da professora o acolhimento da aprendizagem. Com certeza foi tempo de lapidar a esmeralda que agora se revela tão bela e significativa. Porque quarenta anos não são quarenta dias!
Por: Queila Branco, Professora da rede pública, Escola Classe 10, Ceilândia, DF.
CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *