Festival Brasília do Cinema Brasileiro, Apresenta: A Roda da Vida

JK_shopping_Happy_Hour_agosto_banner_superior_noticia-1 (3)

O 51º Festival Brasília do Cinema Brasileiro selecionou para a Mostra Paralela “A Arte da Vida” o longa A Roda da Vida, dirigido por William Alves e Zefel Coff. O longa conta a história de um homem insatisfeito com a vida que, entre os dilemas da existência, busca a felicidade como solução. A espiritualidade, o discurso político social e a linguagem cinematográfica compõem o enredo do filme, repleto de simbolismos e reflexões. A Roda da Vida será exibido no domingo, dia 23 de setembro, às 14h, no Cine Brasília. Logo em seguida haverá um debate, às 16h.

33333333333333333333

A trama do filme é enriquecida com a participação de expoentes da cultura brasiliense, entre eles o mestre Chico Simões, a atriz Eliana Carneiro, o grupo Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro, a trupe Circênicos e muitos outros. O filme conta também com produção local e passa por diversas regiões do DF, sendo um retrato local, um filme com a cara de Brasília.

SINOPSE

O filme conta a história de Osmar, personagem que sente profunda insatisfação com a vida e que busca a felicidade como saída.

É uma historia de desapego. Comumente somos muito apegados a tudo, inclusive as coisas que aparentemente são negativas, ruins, que não são boas. Não temos consciência disso e seguimos uma vida agindo assim, como um cego que caminha a beira de um precipício.

4444444444444444444

A construção da estrutura narrativa do filme está dividida em três camadas de discurso. A primeira delas é a camada psicológica, onde toda a base do filme é fundada na psicologia Budista, na roda da vida, a segunda é o discurso político social e a terceira camada é o discurso cinematográfico.

A psicologia Budista está representada a partir dos símbolos presentes no diagrama da Roda da Vida, fizemos uma releitura e tentamos construir simbolicamente no filme, elementos que fizessem um diálogo direto com o diagrama da Roda da Vida.

Quando conseguimos decifrar esse diagrama, percebemos que ele traz uma compreensão lúcida do mundo e como as coisas são instituídas como real.

O discurso político social está presente no filme a partir do personagem central que é um grande empresário e empreendedor, cujo o único objetivo é construir e empreender tudo o tempo todo, em todos os lugares. Essa postura empreendedora impacta diretamente na vida de milhares de pessoas, de seres vivos, impacta no meio ambiente.

O discurso cinematográfico surge a partir do exercício metalinguístico que experimentamos, fazemos uma desconstrução da narrativa fílmica com a descontinuidade proposital de planos, com a explicitação do cinema como construtor de realidade e de ilusão, além de tentarmos fazer um diálogo com o cinema clássico de planos longos e poucos diálogos.

SERVIÇO

Longa A Roda da Vida na Mostra Paralela “A Arte da Vida, do 51º Festival Brasília do Cinema Brasileiro

Quando? Domingo, 23 de setembro, às 14h (Debate às 16h)

Onde? Cine Brasília

Quanto? Entrada Franca

Mais informações: https://arodadavida.com.br/

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *