O monstro do doce. Eu era apenas uma criança !

JK_shopping_Happy_Hour_agosto_banner_superior_noticia-1 (3)

Num quarto escuro. Três camas haviam lá.
Eu vi a minha inocência escorrendo, sendo arrancada, tirada de mim á força. Eu só conseguia pensar: “alguém me tira daqui?”. Eu não conseguia me movimentar, estava paralisado.

555555555555555555555555

Ele tirava a minha roupa, e sem perceber saiam pedaços de mim ali.
Tá doendo escrever isso, mas é necessário que eu escreva, talvez essas palavras irão fortalecer alguém, talvez essas palavras irão te ajudar a falar sobre esse assunto com alguém.

Não sabia ao certo o que estava acontecendo, só sei que doía. Não falo de uma dor física, mas era como se ao mesmo tempo que a minha roupa estava sendo tirada, a minha alma estava sendo despida.

5555555555555555555

Enquanto o lobo mau devorava a sua presa, de uma forma furiosa, de uma raiva que eu não sabia de onde vinha, um enorme vazio era gerado dentro de mim. Enquanto ele me fazia de marionete, eu só conseguia chorar e pensar: “Onde esta o meu pai e a minha mãe?, Porque ninguém aparece?, quanta dor”.

666666666666666666666666

Por favor, protejam as crianças.
Por favor pais, protejam os seus filhos.
Por favor, Cuidado com o MONSTRO DO DOCE que você coloca dentro da sua casa.

Ele me jogou contra a parede, mandou vestir a roupa, e me disse: “Se você contar pra alguém, a sua mãe vai morrer”.

A MINHA MÃE?
NÃO. ELA JÁ SOFRE DEMAIS.

Este texto, é trecho do livro (EU TÔ NOIVO DE UM CARA) de Leonardo Ferreira, escritor Jovem, de Ceilândia, Distrito Federal.

Fonte das Ilustrações: https://br.pinterest.com/pin/379287599861632708/ ; www.sonhoesignificado.com http://uptokids.pt/educacao

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *