Os Monstros prometem arrepiar no Halloween do quadradinho

JK_shopping_Happy_Hour_agosto_banner_superior_noticia-1 (3)

O momento é de Halloween. E, cabe bem, a inspiração. Pegando o mote dos festejos arrepiantes, o cineasta, produtor e cantor Péterson Paim, mostra que é possível viver da arte independente na capital e fazer música de qualidade e compatível com cada momento.

E foi pegando o momento das festas de Halloween que o cantor conhecido pelo pseudônimo de Pirata do Espaço lançou, no dia 31 de outubro de 2018 (quarta-feira), o videoclipe Os Monstros.

999999999999999999999999999999999

A produção faz uma homenagem ao Dia das Bruxas e critica a corrupção, as guerras e “outras monstruosidades”, como coloca Paim, que não teve patrocínio nenhum para realizar o trabalho.

“Eu me remeto, sutilmente, aos “monstros”” do século 21. “Monstros” estes que podem ser políticos, bandidos ….E há profissões que, simplesmente, desaparecem no videoclipe. Mas tudo fica subentendido. Nada é entregue de bandeja”, afirma Péterson.

O videoclipe, que visa instigar o momento de festejos macabros e político, pode ser visto na página do Facebook @cantorpiratadoespaço, no site www.piratadoespaço.com e no canal do Youtube que leva o nome Pirata do Espaço – Ordem e Progresso. Segue link: https://youtu.be/e2YgnUHREqU

Pirata, do Espaço -

O Pirata do Espaço conta com uma banda, onde todos colaboram e acreditam no projeto. Paim, que canta, leva ainda na jornada independente os músicos multi-instrumentistas Bruno Formiga e Paulo Charbel para alavancar a ideia.

O estilo é do pop rock, com nuances dos anos 80, influências da Jovem Guarda, Elvis Presley, com direito até a uma mistura do rock com o funk e com o samba.

9999999999999999999999999999999999999999999999999

“São músicas com pegadas de humor ácido, sem cair no escrachado!”, define Péterson.

Os Monstros é a segunda faixa do álbum Infância Tardia do artista militante, que lançou a primeira canção nomeada Ordem e Progresso também este ano. A música fala de abandono e tem um cunho político crítico. O álbum completo, com 12 músicas, será lançando em novembro de 2018

“Em ambos os clipes trabalho trocadilhos como metalinguagem, que vou deixar o público notar. Sou adepto ao humor sério”, destaca o artista, que pretende lançar o álbum completo até 2019.

Trabalho solo –

A produção saiu do próprio bolso. Paim investiu na compra de máscaras, aluguel de espaço, equipamentos e na contratação da equipe para produzir Os Monstros.

O Pirata do Espaço é compositor, cineasta e vocalista desde pequeno. A canção inicial do clipe Os Monstros foi feita ainda aos seus nove anos de idade.

Como cineasta, Paim conta com vários prêmios e indicações. A produção O Dom De Quixote, de sua autoria, foi indicada a melhor roteiro no TMFF em Londres, em 2016.

Péterson foi ainda semifinalista em Los Angeles no Cine Fest, de 2017, com Quixote, a Lei do Mais Forte. Recebeu, também, o Troféu Câmara Legislativa de melhor longa-metragem por júri popular no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro com Cidadão Brazza, em 2013.

Agora, ele investe na música, mas sem deixar o cinema de lado.

“Os Monstros são metáforas aos monstros da humanidade, que fazem a má política que desvaloriza a educação, segurança e saúde (se perceber, as primeiras pessoas que somem no videoclipe são dessas áreas), ou que causam guerra ou outras maldades…”, conclui.

Serviço:

Lançamento do videoclipe Os Monstros, de Pétersom Paim

Local:  Facebook @cantorpiratadoespaço,  www.piratadoespaço.com e no canal do Youtube Pirata do Espaço – Ordem e Progresso. Link: https://youtu.be/e2YgnUHREqU

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *