Ciranda, cirandinha, vamos todos buscar o bem-estar dos idosos

77777777777777777777777777

Recordar é viver, e, para a população mais idosa, pode significar também o resgate da sua conexão com a sociedade, com seus entes queridos e sua própria história. É essa a iniciativa que move o Projeto Ciranda da Vida, realizado nas regiões administrativas de Sobradinho e Planaltina durante o mês de fevereiro.

O projeto consiste em reunir turmas de até 30 participantes a partir de 65 anos para dois blocos de atividades. As oficinas tem como finalidade agregar valores culturais, sociais, emocionais, possibilitando a autonomia, a qualidade de vida dos idosos.

444444444444444444444444444

No primeiro bloco, o condutor da oficina é um conjunto de atividades lúdicas, de dança e de histórias, onde os resgatam suas experiências e suas identidades durante a oficina. A responsável por ministrar a vivência é a professora de Educação Artística e contadora de histórias Ana Regina Nery.

No segundo bloco, os participantes trabalham suas emoções materializando por meio das cores e da arte-terapia, A vivência encerra com a construção da grande ciranda, levando os participantes a dançar a ciranda e celebrar a vida, finalizando com a Terapia do Abraço. O instrutor responsável por essa vivência é o terapeuta ocupacional Marcos Terra, especialista em Inteligência Emocional e cultura popular.

555555555555555555555555555

A vivência permite trabalhar a memória dos idosos, as emoções vividas ao longo dos anos e os fatos marcantes na trajetória de cada um. Através da vivência da Ciranda da Vida é possível o fortalecimento de vínculos e o resgate cultural por meio das cantigas e encenações oriundas das culturas populares, como o elo de revitalização e de autoimagem do idoso.

As brincadeiras de roda, as músicas interpretadas, as reclamações e as poesias, além de revitalizar a identidade individual cultura e grupal, possibilita de forma preventiva as doenças de ordem emocionais, gerando um clima de alegria, esperança e bem-estar.

Além do resgate de memórias, é possível por meio da vivência, agregar valores humanos, como a solidariedade, trabalhando de forma integrada e ao mesmo tempo, reforçamos a memória cultural bem como sua importância na sociedade.

 As oficinas Ciranda da Vida tem, como finalidade agregar valores culturais, sociais, emocionais, possibilitar a autonomia e a qualidade de vida dos idosos atendidos. Valorizando as potencialidades e adversidades, com informação e linguagem adequadas, reconhecendo a sua totalidade, inserindo-o no contexto social ao qual pertencem, garantindo o direito e a humanização dessa parcela da sociedade.

Projeto Ciranda da Vida

Planaltina – Local: (COSE) – Centro de Orientação Socioeducativa

07 e 08 de fevereiro – 14hs

End: Área Especial H Lote 11, Setor Educacional, Planaltina DF. Ao lado do HRP – Hospital Regional de Planaltina

Sobradinho II – Local: Salão da Capela São Bento.

12 e 14 de fevereiro – 10hs

End: AR13 Conj 15 Lote 01 Sobradinho II – Salão da Capela São Bento.

Sobradinho I – Local: Centro Olímpico e Paralímpico (COP)

Dia 19 de fevereiro as 16h e 20 de fevereiro as 9h.

End: Qd 02 Área Especial de 01 a 05. Sobradinho I. Ao lado do Ginásio de Esportes.

Entrada franca

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *