Comédia As Rivais retorna no Espaço Cultural Renato Russo

JK_shopping_Happy_Hour_agosto_banner_superior_noticia-1 (3)

Após sucesso de público em apresentações em Brazlândia. na cidade Estrutural e no Teatro Sesc Silvio Barbato (Plano Piloto), com um público com mais de 2 mil pessoas,  o espetáculo As Rivais retorna aos palcos, desta vez, no Espaço Cultural Renato Russo (508 Sul – W3). A peça de comédia estará em cartaz nos dias 28 e 29 de junho (sexta-feira e sábado), às 20h, no local. Ingressos: R$ 20 (meia-entrada). Não recomendado para menores de 14 anos.

666666666666666666666666666666

Escrita pelo autor pernambucano Cícero Belmar e dirigida pelo também pernambucano Ernandes Silva, o espetáculo de humor As Rivais foi baseado no premiado romance Umbilina e Sua Grande Rival, de Belmar. Com os tons do cordel e do Nordeste do país, a trama tem como foco a história de Umbilina (Maria Moreira), a mulher que engoliu sapos e travou uma briga com a morte. Nordestina arretada, ela foi abandonada por Manuel da Catingueira e teve que lidar com a perda de nove filhos. Só restou José Maria do VentroJesus (Lucas Lima), menino que ela sonha em transformar em personagem de Literatura de Cordel antes de ir para o lado de lá. Doente, Umbilina trava uma peleja com a personificação da Morte (Madelon Cabral). Para lutar contra o seu próprio destino, ela contará com a ajuda de Nossa Senhora das Dores (Clara Camarano), dos anjos da guarda (Genice Barego e Lucas Lima) e da personagem de literatura de cordel, Ana Roxinha (Genice Barego).

“A obra trata de uma alegoria sobre o destino, além de falar sobre a situação da mulher e do nosso enfrentamento diante da morte. A história se passa no interior do Nordeste, mas os temas estão dentro de qualquer região e os sentimentos dos personagens povoam qualquer pessoa. O texto humaniza também personagens como a Morte. Ela é uma mulher rejeitada e não um ser demonizado”, destaca Belmar.

As Rivais é uma realização da Cia EM COMMA de Teatro. Apoio cultural da Affinity Seguros.

O Nordeste em cena

Misticismo, simplicidade, a situação da mulher, o sertão árido e a labuta do sertanejo estarão em destaque na comédia As Rivais. Dirigida pelo diretor pernambucano radicado em Brasília, Ernandes Silva, a produção é fidedigna a todos estes elementos. “Teremos uma Morte com foice. E as personagens são todas humanizadas. Nossa Senhora das Dores e a Morte também são mulheres com seus dilemas internos, que também se aperreiam com a seca do sertão. Trago isto para cena, me banhando no universo de Cícero Belmar”, adianta Silva.

66666666666666666666666666666666666666

E para realçar ainda mais este sertão, a cenografia assinada também por Ernandes Silva será fiel aos elementos presentes no sertão. As xilogravuras de J. Borges farão parte do material de divulgação. O figurino, de Fátima Braga, também exaltará os interiores do Nordeste.

A trilha sonora original também embala a peça com elementos do xaxado e do baião, típicos ritmos nordestinos. A trilha é assinada pelo compositor mineiro radicado em Cabrália (BA), Caio César Costa.

Serviço

Espetáculo As Rivais, de Cícero Belmar com direção de Ernandes Silva

Em cartaz dias 28 e 29 de junho

Local: Espaço Cultural Renato Russo (508 Sul – W3)

Ingressos: R$ 20 (meia-entrada)

Horário: 20h

Não recomendado para menores de 14 anos.
Informações:  98154-3111/99508-4994

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *