Ônibus-empresas atuam de forma clandestina em Ceilândia, denunciam empresários regulares

77777777777777777777777777

Na manhã desta sexta-feira(30) representantes da Administração Regional de Ceilândia(fotos), estiveram reunido novamente com os proprietários dos “ônibus-empresas” que operam e se instalam irregularmente a noite para venderem produtos alimentícios nos estacionamentos ao longo da via Hélio Prates, no Centro de Ceilândia. Segundo empresários que tem atividades regulares na região a situação das empresas ônibus se encontra sem controle e que já trazem risco de fechamento de estabelecimentos.

111111111111111111111111111111

Os empresários regulares denunciam indícios de diversas irregularidades para funcionamento dos “ônibus-empresa”, dentre elas sonegação fiscal, questões sanitárias e registros trabalhistas dos empregados, cometidos por estas empresas sob rodas e que não observam sequer a legislações específicas para comercialização de alimentos nessa modalidade.

2222222222222222222222

Segundo pessoa presente na reunião, que não quis se identificar, os representantes da administração regional de Ceilândia, não tem tem outra alternativa a não ser providenciar a retirada das atividades irregulares dos “onibus-truck” e obrigarem a todos a obedecerem a legislação para comercializarem alimentos na modalidade food truck.  Segundo essa mesma pessoa os vendedores de alimentos saíram da reunião com a determinação do governo para sairem da ilegalidade, pois a Administração Regional de Ceilândia não tem outra forma diferente de atuar.

3333333333333333333333333333333

Já as empresas regularmente instaladas na região,  avisam que não irão mais aceitar a concorrência ilegal, desleal e predatórias dos “ônibus-empresas”, afirmando que  se a situação de irregularidades continuarem, ameaçam acionar os responsáveis pelos que devem coibir a situação. Os empresários regulares do setor de alimentação em Ceilândia dizem que não vão mais aceitar a continuidade dessa situação irregularidades e  já se reuniram por diversas vezes com o administrador regional Fernando Fernandes e exigiram providências imediatas.

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *