Abertas inscrições para edital voltado à criação de empresas inovadoras

Não é preciso ter empresa formalizada, tampouco larga experiência no assunto. Para participar de oportunidade oferecida pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF), basta que o interessado tenha uma ideia inovadora para uma empresa com base tecnológica — as chamadas startups. É o caso de Rafael Bombarda, de 27 anos. Leigo na área, como ele mesmo avalia, o agora empreendedor formou-se em agronegócio e trabalha há três meses no projeto que decidiu submeter ao incentivo.

1111111111111111111111111empreendedor

O rapaz desenvolve um sistema para ajudar empresas do setor varejista a obter informações sobre o público-alvo. Bombarda conta que o interesse pelas startups veio da pouca necessidade de investimento inicial e do potencial de crescimento da área — aspectos que ele compartilha com membros da Associação de Startups e Empreendedores Digitais do DF. Os jovens viram com entusiasmo o lançamento da chamada pública e têm trabalhado juntos para, segundo eles, aprovar o máximo possível de ideias.

De acordo com o presidente da associação, Hugo Giallanza, essa é a primeira vez que uma fundação de apoio à pesquisa lança edital exclusivo para o segmento no Brasil. “Estamos muito felizes por finalmente receber esse reconhecimento e sabemos que, a partir disso, muitas coisas melhorarão.” Ele também é um dos que pretendem se inscrever para pleitear o benefício e diz que desde 2012 tentava emplacar algo semelhante.

Inscrições
As inscrições são gratuitas, foram abertas nesta terça-feira (11) e seguem até 25 de agosto, por meio de um link no site da fundação. Estão aptas a participar da seleção iniciativas de ciências agrárias, biológicas, exatas e da terra, humanas, da saúde, sociais aplicadas, de engenharias e de linguística, letras e arte.

As propostas deverão ter até cinco páginas, com informações básicas sobre o desafio, a solução sugerida e o estágio de desenvolvimento, o diferencial, o perfil do empreendedor e o currículo dos participantes da equipe gerencial do projeto. Também serão levados em conta quesitos como grau de inovação e potencial do mercado.

O Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) só será exigido se houver aprovação. Nesse caso, para apresentar o documento, o proponente terá até a data de assinatura do termo de outorga e aceitação, a partir de 11 de novembro.

Depois da liberação dos recursos, o período de execução dos projetos é de até um ano. A FAP-DF poderá prorrogar o prazo por igual intervalo de tempo, desde que haja justificativa.

Capacitação
Para a diretora-presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal, Ivone Rezende Diniz, um dos maiores ganhos do edital é a chance que pessoas como Rafael terão para se capacitar. Isso porque durante as duas últimas etapas, os aprovados poderão fazer cursos on-line do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas e Empresas (Sebrae). “Muitos estão começando e não sabem como montar um plano de negócios, desenhar o projeto.”

O resultado final sairá até 6 de novembro, e as propostas contempladas dividirão R$ 5 milhões de incentivo pela FAP. Cada aprovado receberá até R$ 50 mil, no caso de pessoa física, e no máximo R$ 200 mil, se for microempresa ou empresa de pequeno porte. A verba será liberada em duas parcelas, conforme cronograma aprovado e disponibilidade orçamentária da fundação.
Seleção pública de propostas para startups
Inscrições gratuitas: de 11 a 25 de agosto de 2015
Resultado: até 6 de novembro de 2015
Apresentação de propostas pelo portal da FAP

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *