Robôs usados em escolas públicas do DF serão atração na Campus Party

bannerteste

Um espaço na Campus Party Brasília — chamado de Campus Future e com entrada gratuita — apresentará experimentos acadêmicos de jovens da cidade. A exposição será na Área Open, em 17 de junho, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Projeto de alunos de engenharia da UnB será um dos 20 apresentados em um espaço gratuito na Área Open, em 17 de junho, no Centro de Convenções.
Projeto de alunos de engenharia da UnB será um dos 20 apresentados em um espaço gratuito na Área Open da Campus Party Brasília, em 17 de junho, no Centro de Convenções. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

As propostas selecionadas usam a tecnologia de forma inovadora e criativa com impacto social. Na lista de escolhidos, alunos de cursos de engenharia da Universidade de Brasília (UnB) levarão o projeto UnBeatables. Entre as atividades do grupo, os estudantes usam os conhecimentos para programar robôs.

Desde 2014, eles representam o Brasil na liga mundial de futebol de robôs humanoides (que agem como seres humanos). Antes de entrar em campo, a equipe de futuros engenheiros precisa programar os comandos para que, ao disputar a partida, o robô identifique a bola e a trave, chute a gol e até levante sozinho se cair.

Para a Campus Future, o grupo vai escalar o RoNAOdo — em referência ao craque Ronaldo e ao modelo do robô, o NAO, de uma marca francesa.

Um outro do mesmo modelo será fantasiado da personagem Frozen, do filme de mesmo nome, e cantará, com coreografia, a música tema da animação infantil.

“Levamos os robôs a escolas públicas do DF para apresentar a robótica de uma maneira interessante”Felipe Dalosto, aluno de engenharia mecatrônica da UnB, integrante do projeto UnBeatables

“Levamos os robôs a escolas públicas do DF para apresentar a robótica de uma maneira interessante”, conta Felipe Dalosto, de 21 anos, integrante do grupo e aluno de engenharia mecatrônica sobre um dos projetos do UnBeatables.

Eles entregam material pedagógico sobre o tema às crianças e preparam os professores para abordar o assunto em sala de aula.

Há três anos, a equipe também atua com oficinas no Centro de Ensino Médio Paulo Freire, na 610 Norte, pela proximidade com a UnB. “Lá conseguimos fazer um trabalho mais contínuo e os ensinamos a programar”, detalha Felipe.

Participação dos estudantes é voluntária e sem custos

Outros 19 projetos acadêmicos serão expostos na área da Campus Future. Segundo a organização, também existem iniciativas do Instituto Federal de Brasília, da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e de faculdades particulares do DF, de Goiás e da Bahia.

A participação dos estudantes é voluntária e sem custos. Ainda de acordo com o regulamento, os membros do projeto selecionado são contemplados com até três credenciais com acesso a todos os dias da Campus Party. A credencial não cobre gastos de transporte, hospedagem e alimentação.

Campus Future deverá receber mais de 40 mil pessoas

A Campus Future ficará na Área Open, local gratuito com atrações de tecnologia, inovação e empreendedorismo. De acordo com os organizadores, a expectativa é receber mais de 40 mil pessoas nesse espaço.

4o mil pessoasPrevisão de público na Área Open

Em 15 e 16 junho, a Área Open abrirá das 10 às 21 horas, e os visitantes poderão permanecer até as 22 horas. No dia 17, o funcionamento será das 10 às 18 horas, com circulação permitida até as 19 horas.

Uma comissão julgadora formada por curadores de conteúdo da Campus Party avaliará os projetos para eleger os três melhores trabalhos, que receberão certificados.

Os quesitos serão: tecnologia, inovação, criatividade e impacto social. Cada item receberá pontos de 1 a 5. Vencerá aquele que alcançar a maior soma.

Edição inédita de Brasília terá mais de 250 horas de conteúdo

A capital federal sedia a Campus Party pela primeira vez. Desde que chegou ao Brasil, em 2008, ela já ocorreu em São Paulo (SP), no Recife (PE) e em Belo Horizonte (MG).

De 14 a 18 de junho, a edição inédita de Brasília contará com mais de 250 horas de conteúdo. Os 4 mil ingressos se esgotaram já nos primeiros dias de venda, em maio, o que superou as expectativas

Para a retirada de credencial — que dará acesso ao evento —, quem comprou ingresso precisará apresentar apenas um documento oficial com foto. Como a entrada foi adquirida on-line, com o preenchimento de um formulário, não há necessidade de imprimir comprovante.

CERCA DE 4 MIL JOVENS SE REÚNEM EM BRASÍLIA PARA DISCUTIR ROBÓTICA E DESENVOLVIMENTO DE GAMES

O credenciamento será aberto antes do evento para evitar filas. De 9 a 13 de junho, no Centro de Convenções, o espaço funcionará das 10 às 18 horas. Durante a Campus Party Brasília, será 24 horas por dia.

A ideia de trazer à cidade o encontro — do qual o governo de Brasília é correalizador — é fortalecer o ambiente de inovação e tecnologia local. No ano passado, os brasilienses já receberam uma Campus Day.

A experiência da Campus Party surgiu em 1997 na Espanha. Desde então, já percorreu países como Alemanha, Colômbia, Equador, El Salvador, Inglaterra e México.

EDIÇÃO: RAQUEL FLORES

CSS

Add your Biographical Info and they will appear here.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *